A área de Arquitetura e Urbanismo, conforme indicado no sistema da CAPES, pertence à grande área de conhecimento das Ciências Sociais Aplicadas, a qual também engloba Direito Público, Política e Planejamento Governamentais, Economia Urbana, Política Urbana, Administração Municipal e Urbana, Estudos da Habitação, Distribuição Espacial Urbana, Desenho Industrial, dentre outras sub-áreas com forte interface com a Arquitetura e o Urbanismo. Além dessa área, as Engenharias (Engenharia Civil e Engenharia Sanitária) e as Ciências Exatas e da Terra (Geociências) também possuem forte interface com a Arquitetura e Urbanismo.

Há inúmeras possibilidades de integração através da multidisciplinaridade e interdisciplinaridade em termos da construção do conhecimento técnico-científico. Existem diversos princípios norteadores, horizontes, escalas e linhas de atuação comuns aos campos teóricos e práticos dessas áreas aplicáveis ao planejamento e ao projeto do ambiente construído (espaços livres e edificados), que incluem inovação tecnológica e sustentabilidade, que podem ser explorados na construção do saber e formação de profissionais. Dessa forma, fica evidente a importância da Interdisciplinaridade para a formação dos profissionais arquitetos e urbanistas em nível de graduação e pós-graduação.

O Programa de Pós-Graduação em Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo (PPGAUP), criado em 2017, possui uma área de concentração chamada Paisagem Cultural e Sustentabilidade, com duas linhas de Pesquisa, Planejamento, Projeto e Fundamentos do Ambiente Construído e Tecnologias e Sustantabilidade do Ambiente Construído.

PLANEJAMENTO, PROJETO E FUNDAMENTOS DO AMBIENTE CONSTRUÍDO

Busca estabelecer bases para o entendimento de questões relacionadas à produção e utilização do ambiente construído e da paisagem cultural e urbana em todas as esferas morfológicas, espaciais e socioculturais (processos projetuais de planejamento, projeto, práticas, construção, realizações, gestão e interação e apropriação do espaço pelos usuários) no âmbito da Arquitetura, do Paisagismo, do Urbanismo e do Planejamento Urbano e Regional, bem como o entendimento da atuação dos diversos agentes produtores e sociais. Busca desenvolver e utilizar diferentes métodos (em pesquisa e ensino) aplicados a estas quatro esferas de conhecimento. Abordar as diferentes teorias, processos históricos e analíticos críticos no âmbito da Arquitetura, do Paisagismo, do Urbanismo e do Planejamento Urbano e Regional através de uma dimensão multidisciplinar com diferentes ênfases e escalas de abordagens.

TECNOLOGIAS E SUSTENTABILIDADE DO AMBIENTE CONSTRUÍDO

Busca abordar problemas relativos à produção do ambiente construído, suas infraestruturas (água, esgoto, energia, dentre outras) e supraestruturas (materiais e sistemas estruturais), sua influência no clima urbano e na paisagem cultural, de forma a estabelecer bases para a utilização de tecnologias inovadoras e sustentáveis aplicadas à Arquitetura, ao Urbanismo e ao Paisagismo, promovendo o uso e a ocupação do solo urbano de forma mais sustentável, bem como resolvendo de forma ambiental, social e culturalmente mais sustentável a interface entre as dimensões estético-cultural, funcional e técnico-construtiva, abordando questões emergentes relativas a tecnologias e materiais  novos e tradicionais, a processos construtivos, ao meio ambiente e suas implicações na qualidade de vida urbana.